2 de novembro de 2009

CochichadOr

Julio Cesar tinha alguém sempre do lado para dizer no seu ouvido “lembra-te de que é mortal Cesar”.

Era para prevenir contra a megalomania, mas desconfio que também fosse pra animar o imperador: por pior que ele se sentisse, era melhor do que aquele infeliz cochichando no seu ouvido!! E o cochichador?Sua profissão era a da consciência de Cesar, mas também era muito melhor do que bobo da corte. Como o bobo, ele também era um critico consentido, sujeito a pontapés!!

Sempre quis saber se a consciência de Cesar o acompanhava no dia do assassinato. Imagino a cena. Brutus e os outros conspiradores empurram o cochichador para um lado e apunhalam Cesar,que cai mortalmente ferido.

Depois que os conspiradores fogem, o cochichador debruça-se sobre o corpo e fala:
- Eu não disse?

#genteeeê!saudade de vocês chuchu'S ;D

10 comentários:

Daniel Savio disse...

Também temos saudade de ti...

Hua, kkk, ha, ha, que nada, o cochichador seria morto também como uma apunhalada, pois seria queima de arquivo...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um ponta de tempos atuais.

E uma amiguinho para ti (pés by Atreyu do Destesto estudar):

(\_/)
(O.o)
(^ ^)
U U

Fique com Deus, menina Nathália Monte.
Um abraço.

J. Bertonie disse...

ASUAHSUHA
Ele não ouviu a própria consciência, coitado

Thaíse Lima disse...

é mesmo.. concerteza vou passar sempre aqui, adoro seus textos..
to te seguindo.

Lucas Lima disse...

poxa, quanta criativiade, rsrsrs adorei, rssrsrs
bons cochichos pra vc, rs
bons dias

E.Suruba disse...

O cesar devia ter escutado

E.Suruba disse...

O cesar devia ter escutado

Auíri Au disse...

Sou escravo da minha imaginação!
A consciência é minha prisão!
Beijos

Erica Ferro disse...

A consciência avisou, tá vendo? HSUHSUHSA

Beijo, Nathália.

Varda disse...

Pá,lembre de Gladiador.

Daniel Savio disse...

Menina, saudades de ti...

Mas trabalhe, vá para um faculdade em especifico e depois crie um livro com as tuas melhores postagens (eu quero cópia autografada, ok?)...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

Fique com Deus, menina Chuchu Nathália Monte.
Um abraço.