29 de março de 2009

Felicidade atual .

Felicidade muda com a época. Antigamente, a felicidade era uma missão, a conquista de algo maior que nos coroasse de louros, a felicidade demandava o “sacrifício", a luta por cima de obstáculos. Felicidade se construía — por sabedoria ou esforço criávamos condições de paz e alegria em nossas vidas.

Hoje, felicidade é ser desejado. Felicidade é ser consumido, é entrar num circuito comercial de sorrisos e festas e virar um objeto de consumo. Hoje, confundimos nosso destino com o destino das coisas... Uma salsicha é feliz? Os peitos de silicone são felizes?

A felicidade não é mais interna, contemplativa, não é a calma vivência do instante,ou a visão da beleza. A felicidade é ter um "bom funcionamento".

Hoje, a felicidade é entrar num pavilhão de privilegiados.Felicidade é uma lista de negativas. Não ter câncer, não ler jornal, não olhar os meninos miseráveis no sinal, não ver cadáveres na TV, não ter coração. O mundo está tão sujo e terrível que a felicidade é se transformar num clone de si mesmo, num andróide sem sentimentos, sem esperança, sem futuro, só vivendo um presente longo, como uma rave sem fim. [dramátiCa]

10 comentários:

Daniel Savio disse...

Também a busca de felicidade reflete o que sociedade e atualmente somos bem materialistas...

Fique com Deus, menina Nathália.
Um abraço.

Bertonie disse...

É.
A felicidade deixou de ser a maior conquista que um homem pode ter para ser 'o que a mídia quer que sejamos'.
É triste, mui triste isso.
E A TENDÊNCIA É PIORAR...


beigos mil

Ivi Derzi disse...

Com certeza, agora a felicidade se tornou em um bem de consumo, você precisa de dinheiro para consumí-la!

Menina, você conquistou um espaçinho no meu blog, passei aqui poucas vezes mas eu adorei seus textos, são muito bons! Vou te linkar, posso?

Beijo ;*

Fanny Mello disse...

Néh, podes crer, felicidae virou tomar Aquitívia todos os dias e ter um "bom funcionamento"...heheheh


As pessoas fecham os olhos pra miséria dos outros pra serem "felizes' nos seus mundinhos construídos...


Bijus da Fanny^^!

Thaís A. disse...

A felicidade se tornou material :/

Nathália disse...

Obrigada por deprimir meu dia logo pela manhã.

Hahahaha! Brincadeira.
Bem, sei lá... Acho que a medida que fomos evoluindo, principalmente cientificamente, e conseguimos certas 'mordomias', a felicidade ficou muito mais utópica.

Beijo!

Pâmela disse...

Gostei muito do texto. Muito bom mesmo.
Mas não acho que isso seja felicidade. Isso é o que dizem ser a felicidade.
Nós mesmos somos os únicos que sabemos como é ser feliz e o que temos que fazer para chegar lá.
E, se não sabemos, é porque estamos procurando esse falso sentimento que chamam de felicidade.
Bjos!
Também nunca mais tinha voltado aqui...

Thiago Assis disse...

não só a felicidade, mas tudo muda com o tempo... evolui ou involui, mas é sempre assim.

só não concordo que pra ser feliz tem q ser sem sentimentos... a felicidade já é um sentimento Oo

vou te perguntar o q perguntei em outro blog uma vez:

se a pessoa não é triste, necessariamente ela é feliz?


www.thiagogaru.blogspot.com

lpzinho disse...

Oiee querida!!

Nó... quanto tempo q eu não venho aqui!
Aliás.. ando tão distante da net ehehe De verdade, tenho mais postado do que navegado. Fiz um pacto comigo mesmo de postar UM ANO sem parar, to conseguindo exceto por um ou dois dias que fiquei sem conexão ehehe... mas no geral, nem tenho aparecido nos blogs de amigas!
Gostei do texto... pois é há um vazio tão grande no ser humano atual, nestas gerações que vão chegando sem valores morais, nem objetivos de vida que cada dia mais parece que se vive num vácuo existencial... onde felicidade e outras coisas mais tem signficados abstratos e sem sentido as vzes.
Parabens sempreeee viu!
Bjoka Nathalia!!!^^ E sucesso!


Ah...e obrigado pela sua visita!

Beth Balanço... disse...

A felicidade não é e nem deve ser tão valorizada como dizem... ela não é melhor nem pior que os outros sentimentos.

TUDO FAZ PARTE.
:)